Matheus Cavichioli vê concorrência sadia no gol e sonha com acesso do Oeste

Matheus Cavichioli participou dos 19 primeiros jogos do Oeste na temporada, mas por uma opção do técnico Renan Freitas ficou na reserva durante os quatro jogos Troféu do Interior, competição. O goleiro Luis Carlos ganhou espaço e fez defesas importantes na competição, acirrando a disputa pela vaga titularidade.

Aos 32 anos, Cavichioli não encarou de forma negativa a escolha do treinador. Pelo contrário, viu o período no banco de reservas como uma maneira de manter o alto rendimento.

– O objetivo sempre foi deixar todos os atletas em ritmo de jogo, acredito que por isso não joguei, fico feliz pelo Luis ter jogado, ele garantiu nossa classificação nas disputas das penalidades. Isso aumenta a disputa pela posição e nos faz estar sempre em alto rendimento – explica Matheus.

Antes de vestir a camisa do Rubrão, Matheus disputou duas vezes a Série B pelo Juventude. Acostumado com o campeonato de pontos corridos, o goleiro sabe da importância em conquistar o maior número de pontos, principalmente nos jogos em casa.

– Acredito que podemos fazer um bom brasileiro, estamos nos preparando para isso. É fazer o dever de casa e nos jogos fora buscar o máximo de pontos possíveis. Todos os clubes que entram no campeonato é possível [acesso], brigaremos também por isso – analisa Cavichioli.

O Oeste estreia no Campeonato Brasileiro da Série B nesta sexta-feira, às 21h30, contra o Sport, na Ilha do Retiro. O GloboEsporte.com acompanha a partida em Tempo Real, com vídeos dos principais lances.

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS

Após 1ª vitória, Dógão prega evolução do Taubaté nos próximos jogos
Após gol em jogo-treino, Johnny pede concentração do EC São Bernardo