Campeão da Copa Santa Catarina pelo Brusque, lateral comemora primeiro título da carreira: “sensação inexplicável”

No último domingo, o Brusque sagrou-se campeão da Copa Santa Catarina e assegurou uma vaga na Copa do Brasil de 2020. Após vencer o primeiro jogo diante do Marcílio Dias por 2 a 1, o Bruscão acabou derrotado por 1 a 0 em Itajaí, mas assegurou o título na disputa por pênaltis.

 

Apesar de ter a melhor campanha, o Marcílio ainda não havia vencido o Brusque na competição antes do segundo jogo da final. Em três encontros, foram duas vitórias do Quadricolor e um empate. Gustavo Henrique, lateral da equipe campeã, falou da importância da preparação mental para o confronto.

– A gente buscou ficar tranquilo, sabíamos que se tratava de uma final e um clássico regional. Mas também sabíamos da qualidade do nosso grupo então estávamos bem confiantes. – disse.

Titular em boa parte da campanha, Gustavo ficou de fora do segundo jogo da semifinal e do primeiro da decisão por conta de uma lesão.

– Fiquei muito chateado com a lesão, mas Deus sabe das coisas que faz e fiquei com a cabeça boa para me recuperar mais rápido possível. Fiquei muito feliz em voltar na final e poder ter entrado e ajudado minha equipe. – disse, antes de falar da emoção de conquistar o primeiro título da carreira.

– Essa conquista significa muito pra mim e pra minha família, foi o primeiro da minha carreira, é uma sensação inexplicável. Espero que seja o primeiro de muitos. – concluiu.

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS

Estreante na Copa do Brasil, Gustavo Henrique aposta em boa fase do Brusque para classificação
Destaque em SC, volante desbanca "medalhões" e já entra na mira de grandes