Com ampla preferência e contrato assinado, Richard projeta ano no Paraná

A temporada 2018 do goleiro Richard será bem diferente do seu início no Paraná ainda em 2017. Contratado às pressas como substituto de Léo, que ficou afastado após o choque com Fred, e Marcos, que estava lesionado, o goleiro do Água Santa foi olhado com desconfiança e preocupação. Terminado o ano, Richard foi considerado um dos heróis do acesso para a Série A e na lista como uma das prioridades para a renovação.

A manutenção do goleiro demorou e só foi confirmada pelo Paraná na última semana, com um contrato de três anos e que foi comemorada pelos torcedores que votaram na enquete do GloboEsporte.com pedindo ele como titular. Na concorrência com Luis Carlos, que volta ao clube neste ano, a preferência ficou evidente com 88,77% dos votos para ele. Luis Carlos recebeu 11,23% dos votos.

- Cheguei no Paraná com uma desconfiança muito grande, mas que vi como natural para um goleiro novo e desconhecido como eu. Tinha o Marcos e o Léo que vinha muito bem. Sabia da cobrança da torcida e fico muito feliz de ter conquistado coisas importantes em tão pouco tempo. Agora espero que o ano de 2018 seja melhor. A cobrança vai ser maior ainda por conta do que a gente desempenhou dentro de campo, mas estou preparado para fazer um grande ano, disse em entrevista via assessoria de imprensa.

O goleiro mantém os pés no chão para a concorrência interna e com o discurso de que a decisão do titular cabe ao técnico Wagner Lopes.

- O Luis chegou e é uma pessoa que conhece muito bem o clube, pois é da base. Tenho conversando pouco com ele, mas já deu para ver que é um grande goleiro e uma pessoa sensacional. Fico feliz pelos votos, mas a titularidade é conquistado dentro de campo. Quem estiver melhor vai jogar, porque a briga vai ser muito boa.

Assim como vários jogadores do Paraná, Richard terá a experiência inédita de jogar uma Série A do Brasileiro. Apesar de ter iniciado a carreira pelo São Paulo, ele apenas atuou nas categorias de base do tricolor paulista. Agora tem pela frente um ano cheio de planos, inclusive com título pelo Paranaense.

- É um ano importante, porque tem alguns que anos que o Paraná não ganha estadual. E tem o Brasileiro que é um grande campeonato para confirma o que a gente fez no ano passado. A expectativa está grande, as competições são muito difíceis e, apesar do curto tempo de preparação, a gente tem que estar adequado a fazer grandes jogos.

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS

Goleiro Richard renova com Ceará até 2024
Fundamental contra o América-MG, Jailson defende sexto pênalti com a camisa do Palmeiras