Artilheiro da Série B, Júnior Brandão dedica seus gols a ex-técnico falecido

Contratado para ajudar o Atlético-GO na disputa do Campeonato Brasileiro da Série B, o atacante Júnior Brandão começou com tudo com a camisa do Dragão. Em 14 partidas na competição, o camisa 9 anotou oito gols e assumiu, ao lado de Lucão, do Goiás, a artilharia do torneio.

Quando chegou, após bom estadual pelo Iporá, Júnior não imaginou que se destacaria tão rápido em uma competição nacional.

- Atacante vive de gols, mas não pensei que meu começo seria assim tão bom. Cheguei com o objetivo de somar e ajudar o Atlético a brigar pelo acesso e as coisas têm acontecido de forma natural. Estou muito feliz pelo momento, mas principalmente animado com a nossa campanha no Campeonato Brasileiro - disse Brandão, autor dos dois gols do time no empate por 2 a 2 diante do CSA na última segunda-feira.

O Atlético-GO, além de contar com o artilheiro da Série B, ainda é dono do melhor ataque da competição, com 28 gols.

Na segunda-feira, data do jogo diante do CSA, quando Júnior marcou dois gols, o futebol acordou com a triste notícia da morte do técnico Beto Campos, famoso por levar o Novo Hamburgo ao título gaúcho em 2017. E foi o treinador quem permitiu que Junior estreasse como profissional.

- Tenho que agradecer muito ao Beto Campos por tudo que ele fez por mim em 2015. Ele me deu a oportunidade de trabalhar na Série B do Campeonato Catarinense pelo Juventus e ali começou de fato a minha carreira. Pude jogar e fui artilheiro no torneio. Tenho que agradecer muito pelo que ele fez por mim. Ele era um cara do bem, uma pessoa sensacional. O Beto me ajudou bastante no futebol e fiquei muito triste quando soube dessa notícia. Me abalou um pouco, claro, mas à noite eu tinha uma batalha pelo Atlético, e como ele ensinou, precisava manter o foco. Dedico esses dois gols ao Beto Campos - completou o atacante.

Em 2015, Beto Campos, então treinador do Juventus-SC, subiu o jovem atacante Junior Brandão para o time principal para a disputa da segunda divisão catarinense, torneio que teria Brandão como artilheiro. Eles ainda trabalharam juntos em 2017 no histórico título gaúcho do Novo Hamburgo.

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS

Gean Marlon comemora acerto com o Santo André: ‘Pronto para dar o melhor’
Confiante, Davi Lopes acredita em classificação do Avenida na Série D